Por que o mercado de vidros blindados vai crescer US$ 6.100 milhões até 2026?

Tempo de leitura: 3 minutos

O mercado de vidros blindados está em constante efervescência. Um dos motivos mais evidentes é a necessidade que as pessoas têm de se sentir seguras e protegidas da violência, que está aumentando cada vez mais no País e no mundo.

De acordo com uma pesquisa realizada, em 2016, pelo Fórum de Segurança Pública em quatro anos, ocorreram 279 mil assassinatos. No mesmo período, na Síria, morreram 256 mil pessoas. No Brasil, os casos que mais ocorrem são de latrocínio, ou seja, roubos seguidos de morte.

O que também promete intensificar a busca por vidros blindados é uma reviravolta que está sendo desencadeada nas indústrias automotiva, de infraestrutura e de defesa. A utilização desse tipo de vidro é facilmente perceptível, podendo gerar o montante de US$ 6.100 milhões até o final de 2026. É o que afirma uma pesquisa da empresa Future Marketing Insights.

Com o nome de Bulletproof Security Glass Marketing – Global Industry Analysis 2013-2013 and forecast 2018-2023, o relatório ainda afirma que esse aumento representará um CAGR (Taxa de Crescimento Anual Composta) de 9,0% em um período de oito anos.

Quais são os fatores chaves desse crescimento?

O crescimento global que vem acontecendo com o mercado de vidros blindados tem ocorrido devido à explosão dos segmentos automotivo e da construção civil, principalmente em países asiáticos. Espera-se que, na Índia, a demanda em relação ao uso de vidros blindados nos veículos se intensifique. A taxa de crescimento prevista apenas no setor automotivo será de 9,6%.

E no Brasil, como está o mercado de veículos blindados?

De acordo com uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Blindadoras (Abrablin), no ano passado, em torno de 15 mil veículos blindados no Brasil. Apesar de o segmento ter sofrido uma desaceleração neste período, esse montante é o terceiro maior registrando, ficando atrás apenas de 2015 e 2016, ano em que cerca de 18 mil carros foram blindados.

Para este ano, segundo a Abrablin, aproximadamente 17.500 veículos, em todo o Brasil, deverão ter esse tipo de proteção, garantindo segurança e tranquilidade para muitas famílias.

Mas quais fatores ampliaram a procura pela blindagem automotiva?

Especialistas afirmam que o aumento da violência no Brasil, principalmente em São Paulo e no Rio de Janeiro, intensificou a procura pela blindagem automotiva e desmistificou alguns pensamentos sobre o assunto. Um deles é de que esse tipo de proteção era destinado apenas aos riscos. Pensamento esse que durou até a década de 1990.  Atualmente, a classe média também tem optado por esse tipo de proteção.

Além disso, tem buscado outras formas de proteção, como funcionários especializados em segurança e que saibam dirigir um veículo blindado, que necessita alguns cuidados especiais. Hoje em dia, o País tem cerca de 198 mil carros blindados rodando, sendo em maior quantidade nos estados de São Paulo (73,99%) e Rio de Janeiro (8,45%).

Você blindou seu veículo depois que a onda de criminalidade aumentou no País? Caso ainda não tenha optado por esse tipo de segurança, você pensa em blindar seu carro? Conte sua experiência e compartilhe esse conteúdo para seus amigos no Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *