Coletes à prova de balas são coisa do passado! Conheça a tecnologia que garante a proteção de empresários!

Tempo de leitura: 1 minuto

O colete à prova de balas não é mais a única alternativa de quem quer ou precisa se manter seguro contra tiros. Pode ser difícil de acreditar, mas ternos alinhados, jaquetas esportivas e casacos são algumas das roupas que podem ser blindadas. Empresários e executivos, em várias partes do mundo, andam com esse tipo de vestimenta, sem que ninguém perceba.

A alfaiataria de luxo Garrison Bespoke desenvolveu um tipo de roupa com um material patenteado, mas é para poucos. O custo de cada vestimenta feita pela alfaiataria canadense começa em US$ 20 mil, cada traje é feito sob encomenda e sua blindagem também protege contra facadas. A empresa afirma que a blindagem da roupa é totalmente segura e passou por vários testes balísticos.

Usando a nanotecnologia, a mesma tecnologia utilizada na blindagem automotiva, é composta pelos mesmos nanotubos e também utilizada nos uniformes das tropas dos EUA no Iraque.

O ator Steven Seagal, o ex-presidente Barack Obama e algumas pessoas no Brasil, vêm aderindo à moda. A jaqueta que impede perfuração de pistolas de 9 milímetros ou de calibre 40 é uma das peças mais comuns e a mais procurada por motociclistas. Por fora, a roupa é feita de couro ou tecido sintético, como cordura, em cores variadas. Há também ternos resistentes à balas para executivos. Embora a vestimenta seja discreta, aumenta em dois quilos o peso, mas é muito flexível.

No entanto, ter uma roupa à prova de balas não é tão simples: é preciso ter uma licença da Polícia Civil, intransferível, para ter esse tipo de vestimenta. Além disso, o colete à prova de balas, feito de aramida, também é uma forma segura de andar nas ruas!

Quer saber mais sobre a blindagem? Acesse o site da Target Blindagens: http://targetblindagens.com.br ou baixe nosso Manual Definitivo de Blindagem Automotiva: http://targetblindagens.com.br/ebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *